• Fernanda Aragão

Saiba mais sobre o tratamento de melasma!


O melasma é um problema dermatológico caracterizado por manchas escuras na pele que variam do tom castanho claro ao preto. Normalmente, elas aparecem em locais que ficam mais expostos ao sol, como a face, o colo, o pescoço e as costas.


No entanto, também podem surgir na parte posterior dos braços e nas mãos. No rosto, local de maior incidência, é comum que as bochechas, a testa e a região acima dos lábios sejam afetadas.


As manchas de melasma têm bordas irregulares, simétricas e reticuladas. Geralmente são maiores que um centímetro e podem ocupar grande extensão. Além disso, podem surgir dos dois lados do corpo, de forma simétrica.


Não existe uma causa específica para o melasma, mas é sabido que a exposição ao sol sem proteção, mudanças hormonais, que podem ocorrer na gravidez e na menopausa, por exemplo, e o uso de anticoncepcionais são fatores de risco para o aparecimento de manchas em pessoas com predisposição genética.


É importante ressaltar que o melasma não está relacionado ao câncer de pele, sendo uma condição benigna. No entanto, as manchas podem trazer prejuízo para o bem-estar e a autoestima da pessoa. Sendo assim, é importante realizar o tratamento para controlar e prevenir o surgimento do caso.


Infelizmente, o problema não tem cura, mas pode-se melhorar o aspecto das manchas com o tratamento de melasma. Conheça neste post as principais possibilidades de tratamento.


Laser Etherea

O tratamento feito pelo laser Etherea é realizado com uma ponteira exclusiva, chamada de ACROMA-QS. Essa tecnologia permite que o dermatologista realize disparos bem controlados, com pulsos de nanossegundos e baixa fluência, reduzindo os riscos de lesão a pele e também a dor, que é comum em procedimentos a laser.


O laser age quebrando o pigmento em micro-pedaços e também reduz gradativamente a produção de novos pigmentos. Atualmente, o Etherea é o tratamento mais seguro para tratar o melasma e outras situações de hiperpigmentação da pele. Afinal, esse laser foi desenvolvido para remover o melasma de forma eficaz e gradual, sem irritar a pele. Além disso, seus efeitos são considerados mais definitivos.


Esse tipo de laser também evita sintomas adversos, como o retorno ou a piora da lesão, visto que não aquece a pele. Isso é importante porque o calor e a exposição solar são fatores de risco para o aparecimento de manchas.


MMP

O MMP, ou Microinfusão de Medicamento na Pele, é um método inovador de tratamento para melasma. Ele também pode ser usado para melhorar o aspecto de cicatrizes de acne, queloides, vitiligo, estrias e lesões decorrentes da exposição ao sol.


A aplicação é feita com um aparelho que deposita os medicamentos diretamente na camada superficial da pele. Ele é semelhante ao equipamento usado por tatuadores, mas, no lugar da tinta, o médico dermatologista usa uma medicação específica.


No caso do melasma, a substância aplicada tem propriedades que despigmentam a pele. É por esse motivo que os fármacos devem ser aplicados gradualmente, a fim de não causar uma despigmentação muito forte e deixar a pele com manchas brancas.


Desse modo, são necessárias várias sessões de microinfusão. É importante que elas sejam espaçadas, visto que o medicamento age por um período longo na pele.


Essa técnica pode ser combinada ao tratamento clínico em alguns casos. O médico dermatologista avaliará essa necessidade e a possibilidade de realizar mais sessões.


Microagulhamento com drug delivery

O microagulhamento é um procedimento estético, mas que deve ser realizado dentro do consultório por um médico dermatologista. Apesar de parecer uma técnica simples, é um procedimento complexo.


Ele é realizado com diversas agulhas esterilizadas e feitas de aço cirúrgico. Elas podem estar acopladas a um rolo, mas atualmente o procedimento é feito com um aparelho automatizado, visto que, com o seu uso, as agulhas penetram mais profundamente na pele e de modo mais seguro.


Para evitar o incômodo dos pequenos furos, um anestésico tópico é passado na área a ser tratada 30 minutos antes da sessão. Essa etapa pode ser feita no consultório ou em casa.

O tratamento de melasma é potencializado combinando-se técnicas de microagulhamento e drug delivery. Isso porque as agulhas criam canais na pele que facilitam a penetração de substâncias. Além disso, as pequenas lesões estimulam a produção de colágeno, o que melhora o aspecto da cútis.


O drug delivery é uma técnica de aplicação de produtos através dos canais criados pelas agulhas. Os furinhos facilitam a chegada de substâncias (no caso do melasma, com propriedades clareadoras) às camadas mais profundas da pele, garantindo um resultado mais satisfatório.


Peelings

O peeling químico é uma ótima opção de tratamento e pode ser combinado com outras técnicas para resultados melhores. Ele é feito com ácidos que promovem a eliminação de uma camada mais profunda da pele, com o objetivo de clarear manchas, melhorar a irrigação sanguínea e a textura da pele e estimular a produção de colágeno.


A escolha das substâncias deve ser feita pelo médico dermatologista e aplicada em consultório, já que, se o ácido for usado em altas concentrações, ele pode agredir a pele em excesso e estimular os melanócitos a produzir mais pigmento, o que piora o aspecto das manchas.


Os tratamentos de pele para cada tipo de melasma variam, mas é imprescindível que o paciente use protetor solar para se proteger dos raios ultravioletas. Isso porque eles podem causar o aparecimento de manchas, assim como piorar o aspecto das já existentes.

Por isso, deve-se dar preferência para os protetores solares que têm proteção contra raio UVA e UVB. O fator de proteção é de no mínimo 30 e deve ser reaplicado após o tempo determinado pelo dermatologista.


Para potencializar o efeito, é indicado optar pelo protetor solar com cor. Ele, além de uniformizar o tom da pele, também funciona como uma barreira para a luz das lâmpadas convencionais e de aparelhos eletrônicos.


Lembre-se de que não existe tratamento de melasma milagroso, visto que esse é um problema sem cura. No entanto, com a ajuda de um bom profissional, é possível clarear as manchas e tornar a pele mais uniforme.


Entre em contato com a Doutora Fernanda Aragão (CRM MG 44809 RQE 24934), que é dermatologista, e agende a sua avaliação!

37 visualizações
Horário de Atendimento

Segunda-Sexta: 7:30 - 19 h

Sábado: Fechado

Domingo: Fechado

Antônio de Albuquerque, 194 - 16º Andar - Funcionários, Belo Horizonte - MG,

CEP 30130-005

(31) 3646 3823

(31) 98800 0468

administrativo@aclinic.com.br